Publicado por: Battista Soarez | novembro 19, 2010

FÉ SEM VISÃO

AÇÃO MISSIONÁRIA OU PRÁTICA BENEDITINA?

Por BATTISTA SOAREZ

Acabo de receber, na minha Caixa de Mensagem, esta comunicação (segue íntegra do texto, inclusive com os erros de redação):

“Olá pessoal… desde meus 17 anos, estou envolvida em missões… Aos que nos conhecem sabem do nosso chamado para missões…   Eu, meu esposo e alguns alunos do CEM (Curso de Evangelismo e Missões – Nome da agência missionária – Estado) estaremos fazendo uma viagem para VENEZUELA… em dezembro….  não estamos fazendo essa viagem como uma aventura ou uma viagem de turismo… e sim como um investimento para nosso ministério.

Cremos que Deus tem propósito conosco em Missões e sentimos a necessidade de conhecermos o campo transcultural para  melhor servir a Deus no que Ele deseja que façamos para o crescimento do Seu Reino aqui na terra.

Precisamos de pessoas que tenham visão missionária para investir em nossas vidas e principalmente para esta viagem… estamos dando um passo de fé e precisamos chegar lá… Se
você deseja fazer parte do nosso ministério, sente de Deus em investir nesta viagem…

Segue abaixo nossas contas….”.

E, é claro, vieram dados de duas contas bancárias para depósito de dinheiro.

MINHAS OBSERVAÇÕES:

Desde que sou crente – e já se vão, aí, 27 anos – nunca recebi, de alguém crente, uma carta, um telefonema e, finalmente, nada que me fizesse lembrar as palavras fraternidade, comunhão, amizade, misericórdia, cuidado, amor cristão, harmonia pessoal e congregacional. Mas sempre recebo e-mails com este teor, pedindo “dinheiro”, “dinheiro”, “dinheiro”, “dinheiro”…

Conheço, de longas datas, a pessoa que redigiu as palavras que compõem o e-mail acima. Sinceramente, é aquele “tipo” evangélico que mal dá bom dia para outras pessoas. Pelo menos, foi assim que fui tratado sempre que me deparei com ela. Quando nos encontramos, a única coisa que vejo na sua fisionomia é uma espiritualidade orgulhosa, presunçosa e exibicionista. Para mim, nada agradável.

Agora, essa mesma pessoa manda para mim um e-mail pedindo dinheiro para fazer missões na Venezuela. Que paradoxo! Pelo que vejo na teologia da Graça abundante, plenamente visível no Novo Testamento e na pessoa de Jesus Cristo, Filho de Deus, missões se faz com experiência plena na unidade do Corpo de Cristo. E experiência plena na unidade do Corpo de Cristo (a Igreja do Senhor, formada por gente de carne e osso) é vivenciada nas relações cordiais e fraternais.

Como é que uma pessoa quer fazer missões sem sequer saber se relacionar com o seu próximo? Missões é relacionamento, é carisma, é amor cristão se evidenciando na caminhada fraternal e harmoniosa; nas relações pessoais e humanas. Prática missionária não se faz com orgulho religioso, nem com espiritualidade mendicante, muito menos com aquela piedade tipo beneditina, pedinte e de olhar distante da vizinhança.

É bom equacionar o seguinte: missões que ignoram seus vizinhos – na compreensão e estágio da visão missionária – é devaneio conturbado e utopia cega.

Como vou fazer missões em terra estrangeira, se, na minha própria terra, deixei para trás pérfidas marcas de uma espiritualidade exibicionista e, portanto, nada agradável? Porventura, para que eu possa ir além fronteira, não terei de construir raízes no meu local de origem? É provável que sim. Do contrário, meu “ide” se tornará mera ansiedade aventureira e ingênua administração da vontade missionária.

Para início de conversa, missões se fazem é com ousadia na administração consciente da fé abundante, tendo os pés fincados no terreno da espiritualidade producente e com visão criativa de sustentabilidade. E isto só é possível acontecer com unidade e comunhão na plenitude-ação do Corpo de Cristo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: